Articulação entre instituições gera a distribuição de produtos hospitalares, de higiene e cestas básicas

Manaus-Am As doações para amenizar o sofrimento no interior do Amazonas em decorrência dos impactos da pandemia do novo coronavírus já começaram. Cestas básicas e produtos de higiene já foram distribuídos e está em processo de compra pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) aproximadamente 56 mil itens hospitalares. São 31.500 luvas de procedimentos, 12.600 aventais, 420 macacões, 12.600 toucas, 40 oxímetros e 36 cilindros. 

A ação é resultado da articulação no âmbito da “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus”, coordenada pela FAS com o apoio de 57 parceiros, entre instituições públicas e privadas, empresas e prefeituras. O recurso está sendo utilizado para atender as particularidades de cada região do Amazonas no combate à Covid-19.

“Estamos saindo de uma fase de sensibilização para uma fase de operacionalização da Aliança, identificando quais são as ações prioritárias e o que cada parceiro pode fazer. Ninguém estava preparado para enfrentar a Covid-19, mas acredito que nós temos encaminhamentos muito bons. É um direcionamento de como esses recursos podem ser empregados de forma correta e para quem realmente precisa”, afirmou o superintendente-geral da FAS, Virgílio Viana.

As doações são distribuídas de acordo com demandas apontadas nas reuniões dos membros da Aliança. Na última quinta-feira, dia 14, foram apresentadas algumas dessas ações. Como a doação feita pela empresa P&G de 454 mil sachês de purificação de água. Cada sachê pode purificar até 20 litros de água. Desses, 275 mil serão enviados para 3.446 famílias em seis territórios no Amazonas.

A Aliança também recebeu álcool gel doado pelo Fundo das Nações Unidas pela Infância (Unicef); testes moleculares doados pela Petrobras; doação de medicamento Archeus; entre outros. Com os recursos financeiros, foram contratados 10 grupos de costureiras para confecção de 7.500 máscaras de tecido. Cada grupo produziu 750 máscaras, R$ 4 cada, gerando um lucro de R$ 3 mil para cada grupo. Além disso, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) doou Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para Carauari, DSEI Manaus, DSEI Parintins, SEMSA e FUNAI de Nova Olinda do Norte.

As doações também promoveram a formação da operacionalização da plataforma Telessaúde da UEA nas comunidades Três Unidos, Tumbira, Campina e Bauana. Além disso, foram utilizadas em campanha de orientação sobre prevenção ao coronavírus na RDS Rio Madeira.

Ainda segundo o superintendente da FAS, os relatos feitos durante as reuniões (dos membros da Aliança) são extremamente importantes para que os coordenadores elaborem uma abordagem lógica a partir da realidade, pensando em todos os aspectos. 

Dificuldades

Durante a reunião online, os colaboradores da Aliança expressaram que existem muitas dificuldades quanto às demandas de alguns municípios, o que reforça a necessidade das doações. O médico que atua em São Gabriel da Cachoeira, Guilherme Monção, informou que o vírus já chegou nas comunidades mais distantes.

“Acreditamos que em aproximadamente 15 dias a situação vai ficar muito complicada. Nosso esforço é a montagem de lugares estratégicos. Conseguimos 30 concentradores de oxigênio, mas precisamos de alguns medicamentos como heparina e corticóides para começar o tratamento lá (na comunidade) e estabilizar o paciente in loco. O povo indígena é um povo sofrido, é um povo que tem pouco e precisa de muito apoio. As doações da Aliança serão importante para isso”, declarou Monção.

A indígena da etnia Kokama do Alto Solimões, Milena Marulanda, fez um relato emocionante sobre a situação do seu povo e disse que os medicamentos não estão chegando nas aldeias. “Já temos uma lista de 38 Kokamas que faleceram pela Covid-19 e isso vai continuar aumentando. Pedimos ‘socorro’ para que a gente consiga evitar um genocídio em nosso meio”, relatou.

Doações

Há várias formas de ajudar a “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus”. Pessoas físicas podem fazer doações pelo link fas-amazonas.org e pessoas jurídicas podem entrar em contato pelo e-mail contato@fas-amazonas.org. Esses apoios podem ser de qualquer espécie, financeiro ou material.