Trio é preso por praticar roubos no bairro Nossa Senhora das Graças

Manaus-Am A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em ação conjunta com as equipes policiais do 25º DIP e da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), prendeu em flagrante, ao longo da manhã de quarta-feira (20/01), um trio que praticava roubos no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul de Manaus. Na terça-feira (19/01), eles fizeram pelo menos três vítimas naquela localidade.

De acordo com a delegada Juliana Tuma, titular do 22º DIP, Marcelo Henrique Fernandes Farias, 22; Talberte Jone Cavalcante Batista, 28, e Wilkner da Costa Silva, 19, conhecido como “Loirinho”, estavam praticando arrastões na localidade citada, utilizando um carro alugado, modelo Ford, marca Ford Ka, e um simulacro de arma de fogo. Uma jovem de 19 anos, vítima dos indivíduos, registrou um Boletim de Ocorrência (BO) relatando o caso.

“Por meio de diligências, conseguimos identificar o veículo utilizado nos arrastões, e então começamos a procurá-lo. Na manhã de ontem (20/11), por volta das 7h30, nossa equipe recebeu a informação de que o automóvel estava em via pública, no bairro Distrito Industrial 1, momento em que nos deslocamos para apurar a delação”, explicou a delegada.

Conforme Tuma, no local da denúncia os policiais encontraram Marcelo dormindo no interior do veículo. Ele confessou a participação nos roubos e informou onde os outros dois suspeitos estavam. Talberte foi preso em sua casa no bairro Distrito Industrial 1, e com ele foi encontrado o simulacro de arma de fogo utilizado no roubo. Já Wilkner também foi preso em sua residência, no Armando Mendes, zona leste.

“Durante a prisão de Talberte, a família dele ainda tentou dificultar a ação policial, visto que o mesmo estava foragido da Justiça desde 2019, quando desligou o monitoramento da tornozeleira eletrônica que ele usa, pois estava respondendo pelo crime de roubo”, detalhou a delegada.

Procedimentos – O trio foi preso em flagrante pelos crimes de associação criminosa e roubo majorado. Após os procedimentos cabíveis no 22º DIP, os indivíduos serão encaminhados a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

Legenda: delegada Juliana Tuma

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM